10 dúvidas que toda gestante tem sobre drenagem linfática.

drenagem-linfatica-para-gestantes

Os efeitos da drenagem para as mulheres também se aplicam as gestantes. Redução de edemas, prevenção de celulite, relaxamento são alguns dos benefícios desta técnica.

1. A drenagem linfática ajuda a reduzir o inchaço na gravidez?

Sim. A drenagem linfática direciona o excesso de líquido extracelular para os gânglios linfáticos, auxiliando o retorno do líquido para o sistema linfático, reduzindo assim o inchaço. Durante a gravidez a presença de edema é comum pois, ocorre uma tendência maior na reabsorção do sódio, além da compressão da região inguinal com o peso da barriga.

2. Quais os benefícios da drenagem linfática manual para a grávida e a periodicidade recomendável?

A drenagem linfática ativa a circulação linfáticas e, assim, reduz a retenção de líquido reduzindo o inchaço. Além disso a técnica previne celulites, elimina toxinas e alivia a tensão. Quanto a periodicidade, o recomendável são duas sessões por semana.

3. É possível fazer drenagem linfática a partir de quantas semanas de gestação?

O tratamento deve ser iniciado após autorização médica, mas em geral as sessões podem ser iniciadas a partir do terceiro mês.

4. É necessário buscar um profissional qualificado?

Sim. A drenagem quando não realizada por um profissional  habilitado pode estimular contrações uterinas, comprometer a circulação, causar hematomas e micro-varizes. Por isso é fundamental que você busque um profissional com formação específica para o atendimento.

5. Existe alguma posição ideal para ficar durante a sessão?

A duração dos atendimentos são em média de 1h, então não há posições de riscos para o bebê. Entretanto o ideal é que a gestante se posicione virada para o lado esquerdo, principalmente nos últimos meses, para evitar a compressão da veia cava, que leva oxigenação para o bebê.

6. Existe contraindicação?

Grávidas com hipertensão não controlada, insuficiência renal, trombose venosa profunda, infecções de pele e erupções cutâneas não são aconselhadas a realizar este procedimento.

7. Existe risco para o bebê?

Não. a drenagem linfática é realizada apenas nas pernas, braços e face. Não é necessário uso de cosmético durante o atendimento o que descarta qualquer situação que pudesse colocar em risco o bebê.

8. Quanto tempo depois do parto a mulher pode retomar as sessões?

Em geral logo após o parto, mas é necessário autorização do médico e apoio do papai para conseguir uma horinha para você.

9. Quem fez cesárea pode fazer drenagem?

Sim. Na verdade deve, pois a cesária é um procedimento cirúrgico, e consequentemente possui corte em cicatrização e retém líquido. A drenagem linfática vai ajudar a acelerar o processo inflamatório, eliminando as toxinas locais e reduzindo edema. Assim, a recuperação da mamãe será mais rápida.

10. A drenagem vai ajudar a emagrecer após a gravidez?

Na verdade não. A drenagem vai ajudar na redução de medidas por conta da redução de líquido. Porém a drenagem é fundamental para desintoxicação do tecido, e preparo do mesmo para qualquer tipo de tratamento estético a ser feito para emagrecimento.

Conteúdo criado por:

@vaneplessa – Diretora, sócia fundadora da Bem Saúde Brasil

Siga a Bem Saúde Brasil nas redes sociais (Linkedin, Instagram, Youtube, Facebook)

3 thoughts on “10 dúvidas que toda gestante tem sobre drenagem linfática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *