Pilates nas terceira idade. Quais os benefícios?

Pilates e qualidade de vida

A população está ficando mais velha e a terceira idade já representa 15 milhões de pessoas (8,6% da população brasileira) e nos próximos 20 anos essa população poderá ultrapassar os 30 milhões de pessoas e assim representar quase 13% da população ao final deste período (IBGE, 2000).

Se você já faz parte desta parcela da população este artigo é pra você. Se ainda não tem mais de 60 anos, vale a pena a leitura pois o seu envelhecimento já começou e prevenção é a chave da vida saudável.

E se começamos a envelhecer já ao nascer, isso quer dizer que na terceira idade há um desgaste acumulado da máquina, e com ele surge diminuição da aptidão cardiovascular, diminuição da resistência física, diminuição da flexibilidade, alterações de força, aumento das diminuição do equilíbrio, e dificuldade para atividades de vida diária.

Estas pessoas buscam se manter mais ativos e o método Pilates para idosos pode ser um grande aliado nessa fase da vida, os mantendo com uma vida saudável.
Corpo e mente x Idade

O tempo provoca mudanças em todos os aspectos, física, mental e biológica. Durante o envelhecimento o organismo perde massa muscular, diminuindo assim o metabolismo e densidade óssea, tornando a pessoa bem mais vulnerável a inúmeras doenças na coluna, nas articulações gerando dores e dificuldade ao caminhar pela fraqueza progressiva.

O déficit de equilíbrio também pode surgir relacionado principalmente as mudanças posturais como hipercifose, escolioses ou também a falta de alongamento muscular e força, o que é muito perigoso. Quase 30% dos idosos caem ao menos uma vez por ano e 13% caem de forma recorrente. A lesão acidental é a sexta causa de mortalidade em pessoas idosas e a queda é responsável por 70% dessa mortalidade.

Em função de uma somatória de fatores, caso não haja prevenção, a qualidade de vida se torna uma das maiores perdas para a terceira idade, levando alguns idosos a depressão e acelerando o surgimento de doenças como a demência

Pilates na Terceira Idade

O método Pilates para os idosos, é uma das melhores alternativas, por ser uma composição de exercícios com baixo impacto, que trabalha os músculos específicos a cada necessidade, a coordenação, equilíbrio e o fortalecimento, além da conservação da massa muscular e aumento da densidade óssea, afastando o risco de dores e artrose em articulações propensas a artrose.

Além disso, trabalha os músculos profundos, incluindo a musculatura perineal que previne incontinência urinária e fecal muito frequente nessa idade.

Se você é idoso, e quer cuidar da sua saúde, inicie a prática do Pilates. Lembre-se de procurar um profissional qualificado, pois é muito importante que você seja sempre avaliado para identificação de suas reais necessidades.
Somente com um estudo personalizado é possível direcionar as aulas de acordo com o seu objetivo, os exercícios adequados, assegurando a eficácia e os bons resultados.

“Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem.” Joseph Pilates

Conte com a equipe Bem Saúde Brasil

Escrito por Tamyres Ramos – Gerente de Equipe Regional; Fisioterapeuta com formação em Pilates.

Siga a Bem Saúde Brasil nas redes sociais (Linkedin, Instagram, Youtube, Facebook)

Para mais novidades sobre temas de saúde e qualidade de vida, promoções e materiais grátis, cadastre-se abaixo:


2 thoughts on “Pilates nas terceira idade. Quais os benefícios?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *